Pesquisadores Chineses testam droga promissora para o lúpus

Recentemente um site propagou a cura do lúpus através de uma nova droga que estava sendo testada em uma Universidade da Flórida. Esta notícia foi divulgada, e divulgada, porém quando li sobre a tal pesquisa, assim como outras tantas, ainda está em um estágio inicial, com testes em ratos e sem previsão de ensaios clínicos em humanos.

Óbvio que é uma ótima notícia. Afinal é bom saber que existem pessoas que estão buscando uma cura para o lúpus!

Hoje encontrei mais uma notícia sobre a pesquisa de uma nova droga para o lúpus, desta vez na China!

Logo abaixo está a tradução da notícia que saiu na página Lupus Today News, escrito pela Daniela Semedo, PhD, em 20 de Julho, 2015.

A Academia Chinesa de Ciências (CAS) anunciou recentemente que os investigadores chineses vão testar um novo agente de drogas para o tratamento de lúpus nos próximos ensaios clínicos. O composto chamado SM934, é um derivado de artemisinina solúvel em água que já foi aprovado pela China Food and Drug Administration (o equivalente à nossa Anvisa).
chinese researchersDe acordo com o CAS, ao longo dos últimos 15 anos, os pesquisadores em Xangai têm trabalhado no desenvolvimento da droga. Os tratamentos padrões para a doença potencialmente fatal, em que o corpo ataca seus próprios tecidos e órgãos, é composto por uma combinação de glucocorticóides e agentes imunossupressores que os investigadores acreditam que a longo prazo podem comprometer o sistema imune de um paciente. Enquanto um sistema imunitário comprometido é potencialmente prejudicial para uma pessoa saudável, em Lúpus, o sistema imunitário ataca o corpo. Por conta disso, o efeito imunossupressor do SM934 poderia ser benéfico para as pessoas com a doença.

Em 2011, os Estados Unidos aprovaram um medicamento à base de anticorpos para combater a doença, no entanto, de acordo com o CAS, o acesso à droga é muito restrito devido ao seu alto preço. Depois de mais de uma década de investigações, SM934, foi encontrada para “restaurar o equilíbrio imunológico do corpo” e para modular as respostas autoimunes. Se os resultados destes ensaios mostram que o composto é eficaz, esta pode ser a primeira vez desde 1955 que uma droga entra no mercado como um tratamento de lúpus. De acordo com o último levantamento epidemiológico, muitos milhões de pessoas na China sofrem da condição.

Lúpus eritematoso sistêmico (LES) é uma doença autoimune em que o sistema imunológico do corpo ataca erroneamente o tecido saudável. Pode afetar a pele, articulações, rins, cérebro e outros órgãos, danificar as articulações, rins, coração, pulmões, cérebro e sangue e, por vezes, provoca erupções cutâneas em forma de borboleta no rosto. A causa subjacente das doenças autoimunes, tais como SLE, não é totalmente compreendido. A condição provoca dores nas articulações e inchaço. Alguns pacientes também desenvolvem artrite, onde as articulações dos dedos, mãos, pulsos e joelhos são frequentemente afetados. LES é muito mais comum em mulheres do que homens. Pode ocorrer em qualquer idade, mas aparece mais frequentemente em pessoas entre as idades de 10 e 50. Os afro-americanos e asiáticos são afetados pela doença com mais frequência do que as pessoas de outras raças.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s