Corticóide: Faca de dois gumes

Quem tem lúpus sabe, o corticoide é o seu parceiro por um longo período. No meu caso, desde que fui diagnosticada, eu tomo corticoide. Já são mais de 18 anos, metade da minha vida, tomando corticoide todos os dias!

corticoide

Inicialmente eu tomava o Meticorten (Prednisona), depois passei a tomar Deflanil (Deflazacorte), ambos são derivados do corticoide, são glicocorticoides

Claro que durante este tempo, uma boa parte dele, eu tomei uma dose de “manutenção”, que foi uma dose baixa apenas para não ter complicações no lúpus. Mas também, houve períodos em que tive que aumentar esta dose.

Recentemente tive uma costocondrite, e aumentei minha dose de deflazacorte que era de 7,5 mg ao dia para 30 mg ao dia. Nos primeiros dias me senti como uma “mulher maravilha”! O corticoide dá uma sensação de bem estar muito grande, me sentia animada, capaz de correr uma maratona! E o melhor, a dor da costocondrite foi embora. Santo corticoide!

Estou tomando esta dose mais alta já a algum tempo, acho que uns 3 meses. E há duas semanas estou sentindo um efeito totalmente contrário ao começo do tratamento. Os efeitos colaterais chegaram, e chegaram com força. Te odeio corticoide!

Os principais efeitos colaterais do uso contínuo do corticoide são:

1) Ganho de peso – O corticoide faz com que a pessoa retenha líquido, então enquanto estiver em tratamento, tente evitar ao máximo o sal.
2) Rosto arredondado, tipo lua cheia – Este é sem dúvida alguma o principal efeito que logo aparece. Nosso rosto fica redondinho, redondinho. Mas a boa notícia é que voltamos ao normal assim que a dose diminui 🙂
3) Pele fina – Nossa pele afina muito com o uso contínuo do corticoide
4) Estrias – Estas são as piores para as mulheres… Elas aparecem, não são bonitas… Mas não é o fim do mundo! Dá para convivermos bem com elas, e hoje existem muitos tratamentos para amenizar sua aparência. Não se desesperem! Não acontece com todo mundo que toma. Cada corpo reage de uma forma.
5) Fraqueza nos músculos e ossos

Existem ainda outros efeitos colaterais, mas estaria entrando muito no mérito médico, o que não é o meu objetivo neste post. Coloquei os que são mais comuns e os que estão acontecendo comigo neste momento.

Nas últimas duas semanas venho sentindo muita fraqueza nos braços e pernas. É como se toda aquela disposição do começo tivesse ido pro espaço e agora o corpo estivesse se recuperando da maratona que não corri! Sei que vai passar, e por enquanto estou tentando descansar o máximo que posso, não faço muito esforço, e esta semana vou à minha médica para avaliarmos a dosagem!

Às vezes bate uma angústia, uma revoltazinha de nada, é uma relação de amor e ódio constante com o bendito (ou maldito?) corticoide. Mas não devemos deixar de tomar! Sem ele com certeza seria muito pior! E tudo é uma fase, daqui a pouco estarei novamente na minha dose de manutenção, me sentirei melhor e mais disposta e a vida continuará normalmente!

Beijos em todos!

Anúncios

16 thoughts on “Corticóide: Faca de dois gumes

  1. Eu fui diagnosticada com lupus há dois anos, o medico tentou retirar o corticóide, mas eu não consegui nem reduzir, só consigo realizar as tarefas mais básicas do meu dia-a-dia se estiver tomando 20mg/dia de prednisona. Mas eu não ganho peso, pelo contrário, emagreci e estou mantendo o peso… Gostaria de manter contato com você, não tenho ninguém conhecido com o mesmo problema para me entender… Se você tiver face meu nome é Roseli Pires.

    • Estou lendo seu comentário hoje, 2 anos após vc ter comentado. Esse assunto começou a me interessar agora, pois fui diagnosticada com lúpus há 3 meses, já tomei vacina de corticóide na veia e agora estou com os remédios. Se ainda tiver Face, me add: fernanda desenzi

      • Oi Mônica, entendo totalmente como se sente… É realmente muito difícil, mas temos que ser mais fortes que isso. Tive e tenho sentido muitos efeitos colaterais dos remédios que tomo, mas graças a Deus nunca tive um problema muito grave, então alguma coisa boa temos que tirar não é mesmo? Conte comigo quando quiser desabafar. Um grande beijo.

    • Oi MÔnica, não fique pensando assim não… Não pare de tomar seus remédios, você pode ter uma complicação muito grave, principalmente com o corticoide. Não podemos parar de uma vez só, temos que ir parando aos poucos, e o seu médico vai saber quando será a hora certa.

  2. Nossa! Muito bom este post
    Tenho 27 e sofro com Lúpus a 3 anos. Mas depois que descobri já deu até pra engravidar (meu baby está com 3meses)
    Não sou constante com minhas medicações, tomo elas quando não estou mais “conseguindo andar”
    E o corticoide me persegue semmmmpre.
    Parabéns pelo blog. Me deu até vontade de fazer um tb pra relatar meu dia a dia com esta doença

  3. Boa noite! Estou precisando muito conversar sobre esse assunto, pois acho que estou entrando em depressão, principalmente pela “face de lua cheia” que ganhei após o uso de corticóide. Diminuí a dose, mas queria saber de algo que acelerasse esse processo e meu rosto voltasse ao normal. O que você me aconselha? Obrigado!

    • Oi Alan! O que posso te falar é, vai passar! Sei o quanto é difícil, doloroso até, mas assim que começar a diminuir a dosagem você retornará ao que era… Aguente firme aí, você não está sozinho! Um beijo grande

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s