O exercício, a fadiga, e a fotossensibilidade

O exercício, a fadiga, e a fotossensibilidade

Informações retiradas do site Lupus Foundation
Assim como todos os outros, pessoas com lúpus precisam fazer exercícios regularmente ou se envolver em algum tipo de atividade física, e a maioria das pessoas com lúpus pode participar de alguma forma de atividade. Todos os planos de exercício devem ser discutidos com seu médico ou especialista em exercício, a fim de maximizar os resultados e minimizar possíveis danos.
Atividades como caminhadas, natação, ciclismo, aeróbica de baixo impacto, certos tipos de yoga, Pilates, alongamento, ou usando uma máquina de exercício elíptica irá fortalecer seus ossos e tonificar os músculos sem agravar articulações inflamadas, ao mesmo tempo, ajudando a reduzir o risco de desenvolver osteoporose.
Se você estiver experimentando inchaço nas articulações ou dores musculares, deve evitar ou pelo menos limitar a atividades que podem ser exigente nas articulações e músculos, como corrida, musculação ou aeróbica de alto impacto.
Se você acha que cansa facilmente quando se exercita, você deve verificar qual o seu melhor ritmo. A coisa mais importante a lembrar é não desistir de exercitar, os músculos que não são usados ​​rapidamente tornam-se fracos.
Exercício físico regular e mesmo atividade de baixo impacto simples podem:
• reduzir ou minimizar o estresse
• ajudar a manter o coração saudável
• melhorar a rigidez muscular
• aumentar a força muscular
• ajudar a prevenir a osteoporose
• aumentar a sua amplitude de movimento
Fadiga
Aproximadamente 80 por cento das pessoas com lúpus sentem fadiga. Para algumas pessoas com lúpus, a fadiga é o seu principal sintoma e pode ser debilitante, até mesmo ao ponto de forçá-los a parar de trabalhar. Não está claro porque a extrema fadiga ocorre em muitas pessoas com lúpus, mas a atividade da doença, dor, idade e medicamentos que estão sendo tomados, bem como a saúde física e mental e falta de apoio social, todos parecem desempenhar um papel.
Além disso, depressão, sentimento de impotência ou ansiedade, tabagismo e falta de exercício físico podem ser relacionados à fadiga no lúpus.
Médicos especialistas em lúpus reconhecem os efeitos nocivos e até mesmo destrutivos que a fadiga extrema pode ter, e existem pesquisas em andamento para saber mais sobre como tratar o problema. Fazer exercícios regulares e fazer parte de um grupo de apoio podem ajudar.
Dicas para ajudar você a gerenciar Fadiga:
• Fazer atividades alternando com períodos de descanso durante o dia.
• Estabelecer bons padrões de sono.
• Planeje com antecedência suas atividades, não sobrecarregue o seu dia.
• Prepare as refeições com antecedência.
• Comer uma dieta saudável e exercício físico regular.
• Pare de fumar se você fuma.
Descanso
Recebendo a quantidade adequada de descanso é extremamente importante para as pessoas com lúpus, especialmente durante os períodos de atividade da doença (flares). Músculos danificados e inflamados e articulações requerem repouso para curar.
Descanso também é vital na redução da fadiga. Embora todo mundo tenha a sua própria necessidade de sono particular, pelo menos sete horas de sono por noite é recomendado para pessoas com lúpus. Também é importante estar ciente de que dormir demais não é saudável, também. Passar o dia todo na cama pode tornar os músculos mais fracos, que podem contribuir para sentimentos de fadiga.
Cochilos durante o dia pode ser útil e mesmo necessário quando a atividade do lúpus está causando uma crise. Tente dar tempo extra em sua programação diária para o descanso.
Sensibilidade à luz

Dois terços das pessoas com lúpus têm sensibilidade aumentada aos raios ultravioleta, quer a partir de luz solar ou artificial, como a luz fluorescente, ou ambos. Se você está ou não fotossensível você deve limitar sua exposição aos raios ultravioleta, especialmente no exterior, como a exposição excessiva ao sol pode causar atividade do lúpus.
Todas as pessoas com lúpus que vão estar ao ar livre por mais de alguns minutos devem usar um protetor solar com fator de proteção solar (FPS) de pelo menos 30 que bloqueia tanto os raios ultravioleta A (UVA) e ultravioleta B (UVB). Protetor solar deve ser aplicado cuidadosamente, especialmente no pescoço, face, e as orelhas – áreas que são frequentemente afectados por problemas de pele no lúpus.
Vestir roupas adequadas também ajuda, como chapéus de abas largas, camisas de mangas compridas e calças compridas. Se você gasta uma grande quantidade de tempo ao ar livre, você deve usar roupas feitas com tecidos que possuam um fator de proteção solar. Guarda-sóis, guarda-chuvas que são feitos com tecido de proteção ao sol, também estão disponíveis.
É sabido que os raios UVB são mais intensos entre as horas de 10:00 e 16:00, desta forma você deve tentar planejar suas atividades ao ar livre para o período de manhã cedo, ao final da tarde ou à noite.
Os raios ultravioleta também são emitidos por iluminação fluorescente indoor comumente encontrados em escritórios e lojas.  Se você é extremamente sensível à luz, você pode querer considerar usar um chapéu de abas largas ao visitar as lojas iluminadas ou outros locais públicos, e sempre utilizar o protetor solar.
Anúncios

15 thoughts on “O exercício, a fadiga, e a fotossensibilidade

  1. tenho lupus a seis anos e sempre q posso leio algo sobre o assunto….gostei muito do q li esta bem explicado, meu lupus tambem esta controlado e sempre que posso faco atividade fisica e me sinto muito bem…..parabens pela materia

  2. Tenho 28 anos e desde os 10 tenho lúpus, não é facil, mas todos os dias tomo meus remérios, durmo bem e tento ao maximo evitar a fadiga, ja q é oq mais me prejudica….obrigada por esses posts! Quanto mais informação, melhor!

  3. Minha esposa descobriu a pouco tempo que tem lupus, e recentemente começou a praticar atividade física (zumba), mas sempre após as aulas ela esta com o rosto muito vermelho, mais do que o normal quando aparece a “borboleta”. Estaria fazendo mal para ela essa atividade tão intensa?

    • Oi Douglas! Todos os médicos indicam atividade física, claro que dentro dos limites do paciente. Ou seja, se tiver com comprometimento nas articulações é sensato não fazer atividades de alto impacto. É importante informar ao médico quais atividades está fazendo e se existe alguma restrição para ela.

  4. Muito bom o artigo. No momento estou com o Lúpus ativo, depois de vários anos de inatividade. Mas com fé em Deus irei ficar boa novamente. Estou com uma fadiga muito forte a meses,mas pretendo começar os exercícios físicos logo e tomar uns suplementos alimentares para tentar ficar mais forte! Tomara que dê certo.

    • Oi João, tudo bem? A fadiga pode ser bem debilitante mesmo. O seu pai está sendo acompanhado por um médico? O lúpus também causa depressão, é bom o médico avaliar se além da fadiga existe um quadro de depressão ok? Espero que ele esteja bem! Um abraço!

  5. Boa noite!
    Tenho lúpus, diagnosticado apenas há 1a e 6m, depois que passei a usar FPS 50, roupas com proteção uv, chapéus e medicamentos, melhorei bastante! a fadiga quase não sinto e a dores também! Gostei muito das informações!

  6. Tenho lúpus, mas tenho apenas na cabeça, a cutânea…
    Por favor, quais cuidados preciso..
    Tipo não posso pegar sol, atividade física como musculação, não posso mais?!
    Bebidas alcoólicas,como cervejas…enfim, o que faço p me adiantar e saber q está atacando e precisarei ir ao médico, pois me tratei e minha médica disse q estou bem e q só voltasse caso tivesse aparecido novamente…isso não entendi.
    A cutânea é menos grave, o q devo fazer?!
    Obrigado!

    • Oi Acássio, o lúpus cutâneo afeta mais a pele enquanto que o lúpus sistêmico pode afetas mais de uma parte do nosso corpo, por isso necessita de mais atenção. Isso não significa que devemos ter menos cuidado com o cutâneo. Se estiver sentido algo fora do normal é bom procurar o seu médico. Quanto a atividades físicas, só não é recomendado quando estamos em crise, com muitas dores, caso contrário o exercício é mais do que recomendado.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s